Posts com Tag ‘power bi; bi; sql server; desktop; curso; livro; consultoria; erro; modelo; data model; carregar; iniciar; erro; o que é; download; linguagem r’

Olá pessoal, dando continuidade na série sobre Power BI, iremos falar sobre como utilizar a Linguagem R dentro do Power BI. Este é o primeiro de uma pequena série que farei sobre a integração entre R e Power BI.

Afinal, o que é R Language?

A definição e breve introdução ao R pode ser vista neste livro que indico do meu grande amigo Diego Nogare, o qual também me presenteou com o seu livro.

“A Linguaguem R é uma linguagem estatística, open-source, e usada em larga escala em cenários de aprendizagem de máquina. O objetivo é ser uma linguagem para manipulação de dados, cálculos e exibição gráfica. Muito se deve ao fato da simplicidade do uso para constru’~ao de modelos matemáticos, estatísticos e gráficos.”

Qual o motivo de usar R dentro do Power BI?

Existem muitas respostas para esta pergunta, irei listar algumas abaixo:

  • R permite análise avançada, de forma fácil, dos nossos dados. Gerando visuais que não existem dentro do Power BI;
  • Com R no Power BI nós expandimos nossas possibilidades de análise, por exemplo, usando visuais customizados específicos para a linguagem R;
  • R tem uma biblioteca enorme de funcões prontas para uso nas mais variadas áreas (estatística, matemática, medicina, financeira, etc.);
  • Com R você consegue um nível de customização muito granular nos seus visuais, por exemplo, definir a cor de cada coluna de um gráfico de barras de acordo com um determinado valor. Logo, você não fica preso às funcionalidades existentes nativas do Power BI.

Configuração do ambiente

A primeira coisa a fazer é baixar o instalador do R nesta página: https://cran.r-project.org/bin/windows/base/ para este exemplo eu baixei o arquivo Download R 3.4.3 for Windows.

Instalação do R

Execute o arquivo baixado:

clip_image001

Selecione o idioma de instalação. No meu caso english:

clip_image002

Aceite os termos:

clip_image003

Escolha o local de instalação:

clip_image004

Selecione os componentes:

clip_image005

Deixa as opções de startup padrão:

clip_image006

clip_image007

clip_image008

Agora vamos instalar a IDE de desenvolvimento em R. Existem outras porém uma das mais usadas é a R Studio. Vá até o site https://www.rstudio.com/products/rstudio/download/ e baixe a versão Free “RStudio Desktop Open Source License”

Para este exemplo eu baixei esta versão: RStudio 1.1.383 – Windows Vista/7/8/10

Instalação do RStudio

Execute o arquivo baixado e siga os passos abaixo:

clip_image009

clip_image010

clip_image011

clip_image012

clip_image013

Configuração do R no Power BI Desktop

Neste passo iremos configurar o Power BI Desktop para usar a versão do R instalada e também o RStudio como IDE externa.

Caso ainda não tenha o Power BI Desktop instalado vá até esta minha série sobre Power BI e siga os passos do artigo Power BI – 1: Instalação do Power BI Desktop.

Para configurar o Power BI Desktop e R siga os passos abaixo:

clip_image014

Note que o Power BI Desktop reconheceu automaticamente a instalação do R e também do R Studio. Clique em OK para confirmar o uso:

clip_image015

E clique em OK novamente

clip_image016

Abra outra vez o Power BI Desktop e neste ponto o Power BI e R já estão integrados.

Bom pessoal é isso ai. Em breve postarei mais artigos sobre Power BI e R. Fiquem atentos ao blog.

Interessado em levar um treinamento/consultoria em Power BI para sua empresa? Entre em contato: demetrio@demetriosilva.com

Abraço,

Demétrio Silva

Anúncios

Olá pessoal, dando continuidade na série sobre Power BI, iremos falar sobre um problema muito comum ao abrir o Power BI Desktop, veja abaixo o erro:

Em inglês: Power BI encountered an unexpected error while loading the model
Em português: O Power BI encontrou um erro inesperado ao carregar o modelo

Antes de explicar como resolver o erro vamos entender um pouco mais sobre o Power BI Desktop.

O Vertipaq é um mecanismo de columnstore na memória que obtém desempenho inovador para consultas analíticas, empregando técnicas como armazenamento de coluna, compactação de última geração, cache de memória, exame altamente paralelo de dados e algoritmos de agregação. https://technet.microsoft.com/pt-br/library/hh922900(v=sql.110).aspx

O xVelocity, que é a próxima geração do mecanismo VertiPaq, que foi apresentado no SQL Server 2008 R2.

O Power BI Desktop, ferramenta já apresentada neste link, usa o xVelocity, para trabalhar com os dados em memória. Para isso, o Power BI Desktop utiliza uma instância local (“slim”) do SSAS – SQL Server Analysis Services. Quando você executa o Power BI Desktop, e não há uma instância SSAS Tabular instalada, o mesmo inicia, em segundo plano, o SSAS através do arquivo msmdsrv.exe. Este arquivo fica na pasta bin da instalação do Power BI Desktop, geralmente “C:\Program Files\Microsoft Power BI Desktop\bin”.

image

Sim. É isso mesmo que acabei de escrever, o Power BI Desktop inicia uma instância portável do SSAS quando você o abre e ao fechar o Power BI Desktop a instância é parada. Esta instância executa em uma porta randômica que pode ser visualizada acessando a pasta temp (C:\Users\DESKTOP01\AppData\Local\Microsoft\Power BI Desktop\AnalysisServicesWorkspaces) do Power BI Desktop. Basta acessar a pasta conforme abaixo:

image

Na imagem abaixo podemos ver o SSAS rodando abaixo do Power BI Desktop:

image

Você deve estar se perguntando: “Se o Power BI Desktop inicia uma instância do SSAS então eu posso conectar na mesma usando o SSMS – SQL Server Management Studio?” A resposta é: Sim. Veja nos passos abaixo como é simples:

Abra o SSMS e em Server Type selecione “Analysis Services”

Em server name informe “localhost:numeroDaPorta”, conforme número que vimos logo acima neste post. Clique em conectar:

image

Após conectar no SSAS você pode executar comandos MDX ou DAX. Deseja aprender DAX ? Então leve o treinamento de Power BI para a sua empresa https://demetriosilva.wordpress.com/2016/12/20/power-bi-21-curso-power-bi-para-usurios-finais/

Na imagem abaixo é possível ver que as tabelas importadas no Power BI Desktop ficam disponíveis através do SSAS local. No exemplo eu também fiz um “Select *” usando a linguagem DAX

image

Bom. Agora que você já sabe um pouco mais sobre como funciona o Power BI então vamos falar sobre duas situações que geram os erros citados no início do artigo:

1 – Antivírus

Se o AV não estiver configurado para skip do executável do SSAS então é muito comum que vários problemas de performance e instabilidade ocorram. Para configurar siga os passos do link abaixo, sempre levando em consideração se o Power BI está abrindo a versão portável ou outra já existente do SSAS.

https://support.microsoft.com/en-us/help/309422/how-to-choose-antivirus-software-to-run-on-computers-that-are-running-sql-server

Olhar os skips deste arquivo MSMDSrv.exe no link. Se estiver usando a versão portável, que é o mais comum, o arquivo do skip será C:\Program Files\Microsoft Power BI Desktop\bin\msmdsrv.exe ou C:\Program Files (x86)\Microsoft Power BI Desktop\bin\msmdsrv.exe para ambientes 32bits

2 – Não executar o Power BI Desktop como administrador

Dependendo da política de usuários configurada no WIndows, o Power BI não consegue iniciar o SSAS se você não executar o programa como administrador. Para isso, basta clicar com o botão direito no atalho do Power BI Desktop e em seguida em “Executar como Administrador”.

Bom pessoal é isso ai. Em breve postarei mais artigos sobre Power BI em um nível mais advanced.

Interessado em levar o treinamento/consultoria para sua empresa? Entre em contato: demetrioi@hotmail.com

Abraço,

Demétrio Silva