Olá pessoal, dando continuidade na série sobre Power BI, criei este post rápido para indicar dois livros muito bons que acabei de ler.

O primeiro livro é o “Do Banco de Dados Relacional à Tomada de Decisão

Este livro foi escrito por meu amigo Diego Nogare, Microsoft Data Plataform MVP, com o qual também escrevemos dois outros livros juntos “SQL Server Além do Conceito: Blog Post Collection” e “SQL Server Além do Conceito: Volume 2”.

A primeira parte do  livro aborda desde conhecimentos básicos de BI (genérico), passando por conceitos como DW, Cubo. Na parte prática o leitor se aprofunda na criação do Cubo Olap usando o SQL Server Analysis Services (SSAS), ETL com o SQL Server Integration Services (SSIS) e criação dos reports usando o SQL Server Reporting Services (SSRS). Eu sempre recomendo este livro para meus alunos do curso de Power BI e resolvi deixar a recomendação também aqui no blog.

IMG_1675

IMG_1676

O segundo livro, “Análise preditiva com Azure Machine Learning e R”, foi escrito por Diego Nogare e Thiago Zavaschi (PFE Microsoft). Eu achei este livro fenomenal. Zava e Nogare conseguiram passar o conteúdo de forma simples e bem esclarecedora. O foco do livro é ensinar o leitor a criar seu próprio modelo preditivo usando Azure Machine Learning e R. Se você tem interesse em aprender Machine Learning então tem que comprar este livro.

IMG_1677

IMG_1678

Bom pessoal, está aí, 4 livros, sendo 2 gratuitos e 2 com preços bem acessíveis, agora é só mergulhar nos estudos…

Abraço,

Demétrio Silva

Fala galera,

Estive um pouco sumido do blog por motivos pessoais, pois me mudei recentemente para Washington DC, USA e minha vida estava uma correria nestes 2 últimos meses.

Eu fui chamado por uma empresa do setor financeiro para trabalhar em um projeto de grande porte, atuando como arquiteto do projeto de BI que inclui, óbvio, nosso querido POWER BI.

Neste período, além da correria para alugar AP, comprar móveis, solicitar documentos e etc. eu também tive um problema com minha linha telefônica no Brasil e, como ela era usada para validar acessos às minhas contas (uma delas WordPress), eu fiquei sem poder acessar o blog para postar conteúdo. Já consegui transferir e, a partir de hoje, estaremos de volta com muito conteúdo de Power BI, sempre em português e em breve em espanhol também.

Mas este post de hoje é especial, o mais especial de todos. No dia 01/06/2017 eu recebi um e-mail da Microsoft informando que me tornei parte do programa MVP – Microsoft Most Valuable Professional (Data Platform), para quem não conhece, segue carta que recebi com breve descricão do programa:

“Prezado(a) Demétrio,    

Parabéns! Temos o grande prazer de apresentá-lo ao 2017 MVP (Microsoft Most Valuable Professional) prêmio! Esse prêmio é conferido a excepcionais líderes técnicos de comunidade que compartilham sua notável paixão, seu conhecimento do mundo real e sua expertise técnica com outras pessoas demonstrando empenho exemplar. Agradecemos suas contribuições excepcionais nas comunidades técnicas Data Platform durante o ano passado. 

O Prêmio Microsoft MVP nos oferece a oportunidade única de celebrar e honrar suas contribuições significativas e agradecer-lhe por sua liderança técnica. Como símbolo de nossa gratidão, seu pacote de benefício da premiação MVP está a caminho. Você receberá uma notificação nos próximos cinco dias úteis com informações sobre o pacote de benefícios de seu Prêmio MVP e seu número de rastreamento.    

Mais uma vez, parabéns pelo seu Prêmio MVP!”

Mais detalhes sobre o programa neste link https://mvp.microsoft.com/.

Bom, este foi um dos dias de maior felicidade de minha vida. É uma satisfacão enorme ver o seu trabalho ser reconhecido e receber um prêmio de extrema importância.

Agradeço à todos vocês por gerar estes milhares de acesso ao blog e sempre acompanhar o conteúdo do mesmo.

Um agracedimento especial à Microsoft e à Fernanda Saraiva, MVP Lead.

Fiquem ligados no blog, teremos grandes novidades nos próximos dias.

As fotos abaixo são do Welcome Kit.

IMG_1013

Troféu

IMG_1015

IMG_1014

IMG_1673

Abraço,

Demétrio Silva

Fala galera,

Post rápido para falar sobre algo que me deixou muito feliz em relação ao meu Curso Gratuito de Power BI.

Hoje recebi um comentário muito bacana no meu blog e isso me deixa muito feliz. É uma enorme satisfação poder ajudar as pessoas e ver que os artigos do blog são muito úteis. Vejam a mensagem abaixo:

111

Isso me motiva a escrever muito mais no blog.

Obrigado pelo comentário amigo.

Abraço,

Demétrio Silva

lá pessoal, dando continuidade na série sobre Power BI, criei este post rápido para falar sobre o preço do Power BI Embedded (Embarcado/Embutido). O foco deste artigo é o licenciamento do mesmo, caso queira saber mais sobre o Power BI Embedded lei este artigo que escrevi sobre o mesmo.

O licenciamento do Power BI Embedded é muito simples, basicamente ele é um produto que não tem relação alguma com o Power BI Service (online), ou seja, se você tem uma conta do Power BI Service www.powerbi.com esta conta não tem relação com o Embedded. Logo, para usar o Embedded você não precisa do Power BI Service e sim de um cadastro no Azure para poder usar o serviço do Power BI Embedded no Azure. Sim, o que acabei de escrever está correto, o Embedded é um serviço do Azure e não do www.powerbi.com

Sobre o licenciamento e preço, segue abaixo:

1 – Power BI Embedded não deve ser usado internamente (para funcionários da sua empresa), para isso, use o Power BI Service (www.powerbi.com). Caso exista a necessidade de uso interno então será necessário, além de pagar o Embedded, também pagar um plano Pro do Power BI Service. Veja mais sobre os preços do Power BI Service aqui.

2 – Preço é cobrado por sessões, conforme explicado abaixo:

100 primeiras sessões em cada mês são gratuitas, após isso, são cobrados

R$18,75 a cada 100 Sessões

Um report é um arquivo do Power BI Desktop com uma ou várias páginas.

Uma sessão é cada exibição de um report ao usuário, independente da quantidade de visuais, por exemplo, um report com 1 visual é uma sessão assim como um report com 50 visuais é apenas uma sessão

A sessão é renovada cada vez que o usuário fecha e abre a tela ou a cada 1 hora de sessão estabelecida. No Portal do Azure é possível verificar quantas sessões já foram usadas para cada Embedded.

Bom pessoal, é isso, como falei, bem simples de explicar.

Abraço,

Demétrio Silva

Olá pessoal, dando continuidade na série sobre Power BI, iremos falar sobre um problema muito comum ao abrir o Power BI Desktop, veja abaixo o erro:

Em inglês: Power BI encountered an unexpected error while loading the model
Em português: O Power BI encontrou um erro inesperado ao carregar o modelo

Antes de explicar como resolver o erro vamos entender um pouco mais sobre o Power BI Desktop.

O Vertipaq é um mecanismo de columnstore na memória que obtém desempenho inovador para consultas analíticas, empregando técnicas como armazenamento de coluna, compactação de última geração, cache de memória, exame altamente paralelo de dados e algoritmos de agregação. https://technet.microsoft.com/pt-br/library/hh922900(v=sql.110).aspx

O xVelocity, que é a próxima geração do mecanismo VertiPaq, que foi apresentado no SQL Server 2008 R2.

O Power BI Desktop, ferramenta já apresentada neste link, usa o xVelocity, para trabalhar com os dados em memória. Para isso, o Power BI Desktop utiliza uma instância local ("slim") do SSAS – SQL Server Analysis Services. Quando você executa o Power BI Desktop, e não há uma instância SSAS Tabular instalada, o mesmo inicia, em segundo plano, o SSAS através do arquivo msmdsrv.exe. Este arquivo fica na pasta bin da instalação do Power BI Desktop, geralmente "C:\Program Files\Microsoft Power BI Desktop\bin".

image

Sim. É isso mesmo que acabei de escrever, o Power BI Desktop inicia uma instância portável do SSAS quando você o abre e ao fechar o Power BI Desktop a instância é parada. Esta instância executa em uma porta randômica que pode ser visualizada acessando a pasta temp (C:\Users\DESKTOP01\AppData\Local\Microsoft\Power BI Desktop\AnalysisServicesWorkspaces) do Power BI Desktop. Basta acessar a pasta conforme abaixo:

image

Na imagem abaixo podemos ver o SSAS rodando abaixo do Power BI Desktop:

image

Você deve estar se perguntando: “Se o Power BI Desktop inicia uma instância do SSAS então eu posso conectar na mesma usando o SSMS – SQL Server Management Studio?” A resposta é: Sim. Veja nos passos abaixo como é simples:

Abra o SSMS e em Server Type selecione “Analysis Services”

Em server name informe “localhost:numeroDaPorta”, conforme número que vimos logo acima neste post. Clique em conectar:

image

Após conectar no SSAS você pode executar comandos MDX ou DAX. Deseja aprender DAX ? Então leve o treinamento de Power BI para a sua empresa https://demetriosilva.wordpress.com/2016/12/20/power-bi-21-curso-power-bi-para-usurios-finais/ 

Na imagem abaixo é possível ver que as tabelas importadas no Power BI Desktop ficam disponíveis através do SSAS local. No exemplo eu também fiz um “Select *” usando a linguagem DAX

image

Bom. Agora que você já sabe um pouco mais sobre como funciona o Power BI então vamos falar sobre duas situações que geram os erros citados no início do artigo:

1 – Antivírus

Se o AV não estiver configurado para skip do executável do SSAS então é muito comum que vários problemas de performance e instabilidade ocorram. Para configurar siga os passos do link abaixo, sempre levando em consideração se o Power BI está abrindo a versão portável ou outra já existente do SSAS.

https://support.microsoft.com/en-us/help/309422/how-to-choose-antivirus-software-to-run-on-computers-that-are-running-sql-server

Olhar os skips deste arquivo MSMDSrv.exe no link. Se estiver usando a versão portável, que é o mais comum, o arquivo do skip será C:\Program Files\Microsoft Power BI Desktop\bin\msmdsrv.exe ou C:\Program Files (x86)\Microsoft Power BI Desktop\bin\msmdsrv.exe para ambientes 32bits

2 – Não executar o Power BI Desktop como administrador

Dependendo da política de usuários configurada no WIndows, o Power BI não consegue iniciar o SSAS se você não executar o programa como administrador. Para isso, basta clicar com o botão direito no atalho do Power BI Desktop e em seguida em “Executar como Administrador”.

Bom pessoal é isso ai. Em breve postarei mais artigos sobre Power BI em um nível mais advanced.

Interessado em levar o treinamento/consultoria para sua empresa? Entre em contato: demetrioi@hotmail.com

Abraço,

Demétrio Silva

Olá pessoal, dando continuidade na série sobre Power BI, iremos listar abaixo os navegadores (browsers) que são suportados para uso com o Power BI:

  • Microsoft Edge
  • Internet Explorer 11
  • Versão mais recente do Chrome para desktop
  • Versão mais recente do Safari para Mac
  • Versão mais recente do Firefox para desktop

Interessado em levar o treinamento/consultoria para sua empresa? Entre em contato: demetrioi@hotmail.com

Abraço,

Demétrio Silva

Olá pessoal,

Anteriormente eu fiz um post falando sobre os preços do Power BI que pode ser visto aqui.

Nas minhas consultorias e treinamentos  é muito comum os clientes questionarem sobre quando será necessário o uso do Power BI Pro (versão paga).

De acordo com este artigo, você precisará da versão Pro quando seu projeto exigir um dos itens abaixo:

  • Dados de um conjunto de dados do DirectQuery, como dados de tabela do SQL Server Analysis Services, Banco de Dados SQL do Azure, SQL Data Warehouse do Azure ou Spark para HDInsight do Apache
  • Dados de um conjunto de dados que é atualizado com um frequência maior do que diariamente.
  • Dados de um conjunto de dados que se conecta a dados locais com o Power BI Gateway – Personal ou Gateway de Dados Local.
  • Dados de uma conexão ativa com o Azure Analysis Services.
  • Dados (incluindo relatórios, dashboards ou blocos) de um conjunto de dados que usa a RLS (segurança em nível de linha).
  • Um dashboard ou relatório instalado por meio de um pacote de conteúdo organizacional.
  • Um dashboard, relatório ou conjunto de dados contido em um espaço de trabalho do grupo.
  • Um painel que contém dados transmitidos em uma taxa acima de 10k linhas/hora.

Se qualquer um dos itens acima for o requisito do seu projeto então será necessária a aquisição de uma licença do Power BI Pro.

Abraço,

Demétrio Silva